fique ligada!

Hi, what are you looking for?

Ligada nas DicasLigada nas Dicas

Notícias

Maria e Silvia Braz dividem conselhos na profissão – e na vida

maria-e-silvia-braz-dividem-conselhos-na-profissao-–-e-na-vida

Foto: Reprodução/Instagram/@mariabbraz e @silviabraz
Em uma casa cheia de revistas de moda, Maria Braz cresceu rodeada por fontes de informações deste universo, incluindo sua mãe. “Ela foi uma inspiração desde sempre”, conta sobre a mãe, Silvia Braz. Aos dez anos, a influenciadora digital acompanhou a criação do primeiro blog da mãe e, hoje em dia, doze anos depois, se destaca com seu estilo e conteúdos autorais.
“Elas [as filhas, Maria Vitória (22), Maria Antônia (17) e Maria Isabela (8)] cresceram acompanhando meu trabalho, rodeadas de conteúdos. A moda é muito natural para elas, falamos sobre tendências e estimulo muito que elas usem o que gostam”, conta Silvia sobre como o assunto é abordado em casa. 
No Dia das Mães deste ano, Maria e Silvia Braz analisam como seu relacionamento influencia o estilo de cada uma. Veja abaixo:
Maria Braz
Foto: Reprodução/Instagram/@mariabbraz e @silviabraz
Harper’s Bazaar – O que a moda representa para você?
Maria Braz – Sempre falo que a moda é multifacetada, porque sinto que ela, de fato, é. Ela pode ser enxergada por diversos prismas: cultural, histórico e, também, político. Pessoalmente, é uma ferramenta de expressão, é uma paixão e o meu trabalho. Sinto que, muitas vezes, é uma figura aspiracional que me tira um pouco da realidade. Um sonho!
Como seu estilo pessoal é uma ferramenta de comunicação na sua vida?
É engraçado… Consigo me enxergar dentro de diversos estilos, mas sempre tem um pontinho de personalidade, sabe? Não consigo me vestir como um personagem. Gosto de assistir e acompanhar, mas essa não é a moda que me veste. Como apaixonada por moda, também amo tendências e sempre adapto para que fique com a minha cara, acho importante ter minha digital em tudo que faço. Tenho 22 anos e não sei se posso dizer que encontrei meu estilo pessoal, nem gosto de me prender assim, mas todos os dias escolho roupas que traduzem um pouco de mim, do meu humor e das minhas intenções. 
Como sua mãe influenciou sua relação com a moda?
Cresci em uma casa cheia de revistas de moda, apaixonada pelas imagens, roupas, maquiagens e tudo que permeia esse universo – tudo por influência das mãe, que sempre amou moda. Quando eu tinha dez anos, ela abriu o Blog da Maria Sophia e a paixão se tornou, de fato, uma carreira, que me fez sonhar em trabalhar com isso um dia. 
Quais lições de estilo aprendeu com sua mãe?
Minha mãe sempre falou para eu não ser perfeccionista, que tinha beleza na imperfeição. Acho que é uma lição de “effortless chic”. “Don’t try too hard” (“não tente muito”, em português). O resultado vai ficar mais natural, cool e jovem. 
Quais peças do guarda-roupa dela já roubou ou gostaria de roubar?
Ai, eu roubo tudo! Aqui em casa, é tudo compartilhado. Até ela pega as minhas coisas (risos). Mas uma peça que roubei há um bom tempo e uso muito é um relógio da Bvlgari que não devolvo mais. 
Quais são as principais diferenças entre os estilos das duas?
Minha mãe é mais clássica e gosto de ousar um pouco mais. Adoro me adaptar a tendências, usar shapes inusitados e tentar novos estilos. 
Silvia Braz
Foto: Reprodução/Instagram/@mariabbraz e @silviabraz
Harper’s Bazaar – Como se tornar mãe influenciou sua relação com a moda?
Silvia Braz – A maternidade me mudou por completo. Era muito jovem, 20 anos, quando engravidei da Maria Vitória, então me entendi muito como mulher nos primeiros anos da vida dela. Foi um momento de aprendizado muito bonito e único para mim, momento de me redescobrir. Sem dúvidas, me tornar mãe foi um catalisador para mudanças muito significativas na minha imagem e estilo, me senti ainda mais empoderada e busquei na moda um estilo que traduzisse melhor como me sentia. 
Quais lições de estilo aprendeu com a Maria Vitória?
A moda é uma paixão para a Maria, assim como é para mim. A Maria está sempre pesquisando sobre novos estilistas e divide isso comigo. O estilo dela é mais jovem, mais descolado e acaba trazendo um frescor para minhas escolhas. Beber dessa fonte mais jovem é uma delícia e me mantém atenta a todas as novidades. 
Quais peças do guarda-roupa dela já roubou ou gostaria de roubar?
Na minha casa, tudo é compartilhado! Eu, de fato, amo pegar várias peças da Maria Vitória que na maioria das vezes são estilosas, com uma pegada artsy, diferentes do que estou acostumada a comprar para mim, já que consumo peças mais clássicas. Os brincos do Schiaparelli dela já moram no meu armário e o colar de resina do Roger Vivier, que amo e sempre pego emprestado. 
Quais são as principais diferenças entre os estilos das duas?
Acho que meu estilo conversa mais com o clássico, com um toque moderno. Amo mesclar peças de alfaiataria, como blazers e um bom jeans nas composições do dia, mas me permito experimentar tendências que conversam com a minha personalidade, apostando sempre em peças elegantes para a noite. Por exemplo, um vestido longo e sofisticado. Já a Maria, por ser mais jovem, tem ousado mais testando novos estilos, misturando e adaptando peças que conversam entre si, focada no que ela quer transmitir. 
Como definiria os estilos de Maria Vitória, Maria Antônia e Maria Isabela? As conversas sobre moda são muito diferentes com cada uma?
A Maria Vitória entende a moda como uma forma de se expressar, então tudo que ela usa de certa forma conta uma história, e ela sabe transitar entre vários estilos muito bem. A Maria Antônia já tem um estilo mais sexy, jovem e descontraído. Já a Bebela é romântica e esportiva, e ainda preza pelo conforto. Elas cresceram acompanhando o meu trabalho, rodeadas de conteúdo de moda e beleza. A moda é muito natural para elas, falamos sempre sobre tendências e estimulo muito que elas usem o que gostam, não só o que está em alta, mas o que traduz a personalidade e conforto delas. 
Qual herança se preocupa em deixar para elas?
A maior herança que quero deixar para minhas filhas é educação. Que elas cresçam fortes, independentes e com acesso à cultura. Que sejam livres para fazerem escolhas que tragam felicidade para elas. Que saibam a importância de serem autênticas, verdadeiras e corajosas.
O post Maria e Silvia Braz dividem conselhos na profissão – e na vida apareceu primeiro em Harper’s Bazaar » Moda, beleza e estilo de vida em um só site.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Lifestyle

Natural ou normal?!FreePik Quando nascemos, temos uma total aceitação do que somos… aos poucos, vamos tomando contato com impressões do meio externo sobre nós…...

Gastronomia

Conheça fatos interessantes e curiosidades sobre a pipoca, esse alimento tão amado por todos na hora de um cineminha

Moda

Especialista explica como incorporar o brilho nos seus looks do dia a dia e transformá-los em produções fashion

Lifestyle

Lixão do Atacama recebe primeiro desfile de moda para alertar sobre descarte incorreto de roupasMaurício Nahas A iniciativa faz alusão ao que o universo...