Givenchy, outono/inverno 2023 (Foto: Divulgação)
Não era simples prever o que Matthew M. Williams apresentaria na Givenchy esta temporada. Em um encontro surpresa a caminho do desfile, que aconteceu nesta quarta-feira (19.01) na École Militaire de Paris, Betty Catroux – a eterna musa de Yves Saint Laurent – caminhando na Avenue de Lowendal. Falamos sobre o espetáculo da marca ontem: “Nunca vi nada parecido. E olha que eu vi muita coisa!”, ela brincou em francês, enquanto lutava contra as mechas loiras perdidas no vento de 3ºC.

Com o sucesso e a precedência de Anthony Vaccarello, as comparações são naturais. Mas no salão branco que serviu de palco para o desfile masculino da Givenchy, os convidados testemunharam um verdadeiro encontro de mundos. Clássico e contemporâneo, tradicional e provocador… nada vulgar, claro. O espírito ainda carrega o esnobismo charmoso que faz parte da história da marca desde de.

Tweeds, jeans, lãs, peles artificiais e couros misturaram de tudo: cores neutras e pinceladas de neon, xadrezes, estampas camufladas e um novo favorito: as pintas de guepardo. Quando foi que o leopardo perdeu os holofotes?

Deixando os felinos de lado, Matthew M. Williams apareceu na passarela no fim da apresentação e correu de volta para o backstage: “Estou cansado. Quero ir para casa dormir”, falou sério, dando risada. E enquanto nós ficamos querendo mais, só resta esperar pela próxima temporada.
O post Givenchy provoca com choque fashionista entre o clássico e o moderno apareceu primeiro em Harper’s Bazaar » Moda, beleza e estilo de vida em um só site.