Kamilla Agacci trocou o Direito pelas peças usadasDivulgação Entre no canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!  A ideia de Kamilla foi criar um brechó voltado apenas para artigos de luxo entre clientes e fornecedoras de grifes famosas. Segundo ela, a empresa é voltada para clientes que querem negociar artigos de luxo de marcas famosas nacionais e internacionais, compra e venda que renovam o closet e fazem a moda circular. O acervo conta com itens de marcas de luxo como Louis Vuitton, Chanel, Gucci, Hèrmes e diversas outras. Porém, a empresária comentou que ao ter a ideia do negócio, passou por um grande desafio, uma vez que era uma época completamente diferente do que temos agora. “Eu comecei a empreender por hobby, depois que vi as minhas coisas acumuladas. Acabava comprando na impulsividade e quando não usava, repassava para minha mãe, irmã e para amigos. Então, eu decidi colocar as coisas no Instagram e Facebook e logo os produtos saíram muito rápido. Nisso, eu vi que o negócio tinha potencial”, lembra Kamilla. Acompanhe também perfil geral do Portal iG no Telegram! No entanto, Kamila persistiu e chegou em ótimos resultados para o seu empreendimento. Além disso, a empresária disse que irá expandir ainda mais a marca em 2023. “Quero levar ela para mais lugares e encontrar o maior número de pessoas possíveis. Levar essa moda e fazer as pessoas entenderem que é importante, sempre lembrando que ser consciente não é feio e nem brega. Poder dar valor ao seu dinheiro e não deixar as coisas jogadas, né? Além disso, poder ressignificar aquela peça, seja passando para alguém ou revendendo”, conclui Kamilla. Leia mais…