Capricornio – Foto: Arquivo Harper’s Bazaar
Por Diana Motta
Para falar sobre o mês de Capricórnio, convidei a professora e astróloga cabalística Batsheva Shouster.  Cabalisticamente, o mês de Capricórnio é considerado um dos meses mais difíceis do ano, pois não há proteção espiritual. Não há filtro espiritual. Ou seja, não há distância entre causa e efeito.
Embora seja um mês pesado, ele oferece um crescimento tremendo. Normalmente o crescimento não vem fácil. Vem com um processo de transformação e mudança, então quando é difícil não significa que não é bom. Significa apenas que existe o esforço da mente que precisa ser feito, significa que temos que prestar mais atenção no que dizemos e no que pensamos e quais são nossas ações.
Capricórnio é um signo de terra. Capricornianos não se relacionam muito com as emoções, embora eles as tenham por dentro, eles geralmente pensam que não é suficiente ou prático ter emoções. Porém, a jornada espiritual dos capricornianos é reconhecer suas emoções, senti-las. Não serem controlados por suas emoções, mas aceitá-las e respeitá-las como parte de quem eles são.
Os capricornianos geralmente nascem velhos e ficam mais jovens mais tarde na vida, porque Capricórnio é controlado por Saturno.
Saturno é considerado o senhor do karma, um planeta maléfico. Saturno é o planeta que está mais distante do sol dos sete planetas inferiores. Sua natureza é fria e seca. Pessoas que têm um forte Saturno controlando seu mapa astral, podem ser propensos à depressão e, às vezes, podem ser pessimistas demais.
Mas de acordo com a Cabala, Saturno é um professor, e também é o planeta que pode apoiar nosso crescimento espiritual. Pode ser um canal para grandes bênçãos em nossa vida.
Se diz no livro da formação, Sefer Yetzirá, que foi escrito por Abraão, o patriarca, que viveu 5.000 anos atrás, que Saturno é o planeta encarregado da sabedoria e da redenção. Redenção significa quando supero meus obstáculos pessoais, minhas limitações, as vozes que estão me mantendo para baixo e me impedindo de crescer para realmente ter sucesso. A redenção é quando tenho acesso às minhas bênçãos, ao meu poder pessoal, à minha divindade pessoal.
Onde quer que Saturno estiver em nosso mapa, é onde ele nos mostra onde está nosso processo de crescimento para abraçar.
Neste mês, nosso desafio está em nossa mente e em nosso sistema nervoso. Como Marte está retrógrado em Gêmeos e faz alguns aspectos difíceis com Mercúrio, o regente de Gêmeos, com Vênus e com o Sol. É quase como se nosso sistema nervoso estivesse sendo atacado.
O próprio Saturno está em Aquário. Aquário também é regido tradicionalmente por Saturno (a regência moderna é Urano).
Portanto, ambos os planetas maléficos estão em signo de ar, o ar é nossa comunicação, mente, sistema respiratório, todos os tipos de sistema circulatório em nosso corpo, o sangue, e assim por diante.
A forma de nos nutrirmos é cuidando do que podemos cuidar.
Neste mês é bom fazer massagens, para nutrir os ossos (regidos por Capricórnio), comer alimentos saudáveis, comida quente, e não fazer dietas malucas que possam esgotar sua mente.
Faça alguns exercícios de respiração, antes de falar, então você pode meditar para canalizar palavras de luz que irão elevar e inspirar, mesmo que seja em uma discussão. Medite nos 72 nomes de Deus número 4 para eliminar pensamentos negativos, isso ajudará você a acalmar sua mente. Os 72 nomes de Deus são 72 anjos, frequências de energia cujas vibrações nos ajudam a colocar nossa mente na direção certa. Concentre sua mente o máximo que puder, mas não se julgue se cair.
Este mês é uma grande oportunidade para cada um de nós abrir o acesso às nossas bênçãos, por isso não tenha medo dos desafios, pois eles podem ser uma porta para grandes coisas em nossa vida.
Com amor,
Batsheva Shouster
 
Diana Motta (@dika_astral), além de artista visual, é também astróloga cabalística. Começou seu estudo no Kabbalah Center de Nova York, cidade onde morou durante quatro anos para fazer pós-graduação na NYU em design e tecnologia. De volta ao Brasil, continuou seus estudos por aqui, onde trabalhou como intérprete e tradutora de cursos e palestras, além de traduzir livros e publicações do Kabbalah Centre, assim como a tradução do livro sagrado da Kabbalah, o Zohar, que ela lê em aramaico e hebraico. Formou-se como astróloga pela escola internacional Academy of Kabbalistic Astrology. Hoje atua como profissional na área, com atendimento personalizado de mapas astrais e acompanhamento individual, que inclui, entre outras coisas, interpretação de sonhos. Tudo pela perspectiva cabalística. Resultado de 13 anos de dedicação e comprometimento com o estudo contínuo dessa sabedoria milenar.
 
O post Diana Motta – Manifestando nossos desejos: Temporada de Capricórnio e o Rei do Karma apareceu primeiro em Harper’s Bazaar » Moda, beleza e estilo de vida em um só site.