Foto: Reprodução/IMDb
Por Cecilia Madonna Young
Escolher um look para as festas de final de ano pode ser um desafio. Mas uma coisa é certa: a última aparição social do ano tem que ser uma de tirar o fôlego. Seja um encontro entre amigos para a entrega de presentes, uma ceia com a família ou uma festa com milhares de desconhecidos – se você vai sair para dizer adeus a este último ano e comemorar o que está por vir, o que você está vestindo tem que espelhar toda a esperança e entusiasmo que as festas de fim de ano procuram trazer.
SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM
E há melhor inspiração do que as divas do cinema usaram em alguns de seus esplêndidos e encantadores blockbusters? Por isso, a Bazaar escolheu dez dos mais vistosos vestidos da tela grande para te colocar no mood de se arrumar para o novo ano:
Ginger Rogers em “Ciúme, Sinal de Amor” (1949), de Charles Walters
Foto: Reprodução/IMDb
Dourado está sempre relacionado com prosperidade, extravagância e vitória. Vestida pela dupla Irene Lentz e Arlington Valles, a graciosa dançarina Ginger Rogers brilhou ao lado de seu parceiro, Fred Astaire, ao rodopiar em um vestido mídi dourado. Combinando com poucos (porém impactantes) acessórios, saltos da mesma cor e um penteado dramático, esse é um look que fica na memória de qualquer adorador de beleza e bom gosto no mundo da dança e do cinema.
Sônia Braga em “Eu Te Amo” (1981), de Arnaldo Jabor
Foto: Reprodução/IMDb
Esse é um vestido que, sem sombra de dúvidas, vai roubar a atenção de qualquer um! Tirando o fôlego dos espectadores e de seu parceiro de cena, Paulo César Pereio, no momento que tira o seu longo casaco e revela a roupa provocadora e ousada, Sônia Braga com certeza entra na lista de estrelas de cinema que nos inspira neste final de ano. A melhor parte? Os cabelos cacheados e cheios que complementam o look da maneira mais arrebatadora e sensual que poderíamos esperar de um dos nossos maiores nomes do cinema nacional.
Barbra Streisand em “Num Dia Claro de Verão” (1970), de Vincente Minnelli
Foto: Reprodução/IMDb
Se tem uma pessoa que sempre acerta em seus filmes, seja no quesito de talento ou no quesito fashion, é a Barbra Streisand. Sempre cuidando de sua estética (ela era responsável por suas próprias maquiagens), Barbra sempre se mostra elegante e divertida ao mesmo tempo. Em “Num Dia Claro de Verão”, especialmente, a diva aparece a cada cena com um look de morrer com inveja – e esse que a Bazaar escolheu não é uma exceção! Com uma vibe meio Cleópatra, Barbra usa um elegante vestido nude com seus cabelos encaracolados presos.
Marilyn Monroe e Jane Russell em “Os Homens Preferem as Louras” (1953), de Howard Hawks
Foto: Reprodução/IMDb
Assim como o filme e suas protagonistas, o icônico vestido vermelho é chique e provocador ao mesmo tempo. Do estilista William Travilla, o look das duas estrelas se tornou um statement de sensualidade com detalhes em brilho, decote arrebatador e a grande fenda. A peça já foi exibida em museus e reproduzida para vestir a Barbie, além de ser uma ótima inspiração para quem quer ser a protagonista de suas festas de fim de ano. Bônus: adicionar diamantes pois, como Marilyn canta no filme, esses são os melhores amigos de uma garota.
Kate Hudson em “Como Perder um Homem em 10 Dias” (2003), de Donald Petrie
Imagem: Divulgação
É preciso dizer alguma coisa para te convencer a levar esse look como inspiração? O vestido de seda amarelo claro, criado por Carolina Herrera, com certeza vive na memória de quem ama as comédias românticas e é perfeito para quem está procurando algo simples para esse final de ano. Claro, é praticamente impossível achar uma joia tão extravagante quanto a que Kate Hudson usa no filme, mas apostar em um acessório chamativo quando o look é relativamente simples é sempre uma boa opção para alavancar e expandir o produto final.
Isabella Rossellini em “Veludo Azul” (1986), de David Lynch
Foto: Reprodução/IMDb
Sensual e misteriosa: esse é o melhor jeito para descrever a personagem de Isabella Rossellini no filme de David Lynch. Uma cantora cheia de segredos e questões, a personagem rouba o spotlight em qualquer cena em que aparece e é a inspiração para quem não quer adentrar toda essa animação excessiva de final de ano. Com um vestido preto mais solto com detalhes em renda, a protagonista apostou em um olho impactante e lábios avermelhados para completar o look.
Jennifer Grey em “Dirty Dancing: Ritmo Quente” (1987), de Emile Ardolino
Foto: Reprodução/IMDb
Para quem está no mood de sair para dançar neste final de ano, Baby é quem você tem que seguir os passos (literalmente). Não é mais preciso encontrar um parceiro para te levantar como Patrick Swayze para brilhar na pista de dança – é só ter a atitude certa e o look impecável para combinar com o clima. Mesmo que mais simplório, o vestido de Jennifer Grey virou um dos mais icônicos da história do cinema por mostrar a sua versatilidade e leveza – perfeito para quem quer se divertir sem se preocupar muito com a praticidade de sua vestimenta.
Lisa Kudrow e Mira Sorvino em “Romy e Michele” (1997), de David Mirkin
Foto: Reprodução/IMDb
Vai sair com suas amigas? Aposte em um look como o de Mira Sorvino e Lisa Kudrow no filme hilário “Romy e Michele”. Os vestidos escolhidos podem parecer um tanto exagerados e chamativos demais? Sim, mas também são o ápice da diversão e da autoestima necessária para quem procura uma noite de risadas, loucuras e memórias que vão durar a vida inteira. Com estampas, detalhes e acessórios delirantes, você e sua melhor amiga estarão prontas para serem a vida de qualquer festa.
Ava Gardner em “A Condessa Descalça” (1954), de Joseph L. Mankiewicz
Foto: Reprodução/IMDb
O vestido usado pela icônica Ava Gardner é um que mal necessita de palavras para descrever. Ousado e de bom gosto, o stylist Fontana fez um trabalho impecável para trazer à tona a personagem que vai de dançarina espanhola para estrela de Hollywood. O vestido dramático é uma mistura de elegância e audácia – trazendo o clássico com o moderno de maneira agravante e destemida, algo que todos podemos levar com nós mesmos para esse novo ano.
Audrey Hepburn em “Minha Bela Dama” (1964), de George Cukor
Foto: Reprodução/IMDb
Seria impossível não colocar o vestido usado pela personagem Eliza Doolittle, interpretada por Audrey Hepburn, em “Minha Bela Dama”. Já tendo servido como inspiração para grandes nomes como a atriz Anya Taylor-Joy e a modelo Kendall Jenner, o look prova que o clássico é, no final das contas, atemporal. Brilhoso, simples e elegante, o vestido do grande figurinista e fotógrafo Cecil Beaton é uma inspiração não só de fim de ano, mas de qualquer evento que você sinta a vontade de chamar a atenção e virar todas as cabeças em sua direção.
O post Dez figurinos de filmes icônicos para inspirar os looks de fim de ano apareceu primeiro em Harper’s Bazaar » Moda, beleza e estilo de vida em um só site.