Mais amplo que bar paulistano, ambiente comporta até 80 pessoas sentadas (Foto: Divulgação)
Os nova-iorquinos já experimentaram os sabores da Itália e todo o artigianalità do restaurante Fasano, com suas tradicionais receitas em um ambiente charmoso e aconchegante, pertinho do Rockefeller Center. Agora, Gero Fasano leva à cidade que nunca dorme outro label de seu arsenal reconhecido pela hospitalidade. No segundo andar onde funciona o restaurante (a 10 minutos de caminhada do hotel, no coração do Central Park), Gero e o amigo de longa data, o arquiteto Isay Weinfeld, projetaram o novo Baretto.
O ambiente – bem mais espaçoso que o da capital paulista – celebra a música, onde a madeira, o couro, os livros e objetos decorativos garimpados no mundo todo dão a bossa do lugar, que – claro – mantém um piano de cauda no centro do salão. Com 80 poltronas, o espaço oferece uma vista privilegiada para o show de onde quer que você se sente.
Reconhecido pelos pratos e drinks feitos com maestria, a chegada a Nova York brinca com memória afetiva e acerta nos clássicos, como o carpaccio de filé-mignon e as deliciosas bruschettas nas entradinhas. De principais, fazem sucesso as massas, como o penne alla vodka, ou a tagliata di manzo (carne bovina fatiada) e, de sobremesa, o tiramisù. A carta de vinhos oferece mais de 300 rótulos e, se você optar por sentar no balcão, peça um dos 10 drinks autorais ou  um clássico – uma vez que as garrafas de destilados ficam à mostra.

Noites de jazz
Sob curadoria musical de James Gavin – autor dos livros Intimate Nights: The Golden Age of New York Cabaret e George Michael: A Life, foi a cantora Hilary Kole quem deu as boas-vindas ao Baretto com o melhor do jazz. Depois de passar por diferentes venues famosas, como o Lincoln Center, o Carnegie Hall e uma montagem off-Broadway dedicada a Frank Sinatra, volta a se apresentar no palco do Baretto nos dias 20 e 21 deste mês. No último fim de semana (dias 27 e 28 de janeiro), as atrações da casa são The Dom e Nick Trio com Dominique Corrao, relembrando sucessos – como o clássico Peppermint Twist, hit dos anos 1960 que definiu o lifestyle da noite naquela época, interpretada por Joey Dee and The Starlighters, do qual fazia parte.
A programação de janeiro inclui a cantora de Bossa Nova Maucha Adnet (acompanhada do trio Asherie), que atuou como backing vocal de Tom Jobim em sua última década on stage. Desde então, encanta amantes de jazz mundo afora com sua doce, sexy e suave voz. As apresentações de jazz acontecem às sextas e sábados, a partir das 20h30. Reservas podem ser feitas via Resy ou por e-mail.
Melhor do mundo
Reduto intimista na capital paulista, já recebeu a ilustre presença de jetsetters internacionais à la John Travolta, Sharon Stone e Kate Moss. Ali, ao longo dessas mais de duas décadas, reuniu apresentações de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Bob Short, Ney Matogrosso, Elza Soares, Jamie Cullum e grandes estrelas. O sucesso foi tanto que a casa já foi eleita pela revista “Wallpaper” como o melhor bar do mundo. Em 2007, Gero Fasano, restaurateur do Grupo Fasano, expandiu o projeto para o Rio de Janeiro e, antes de NY, Belo Horizonte.
A madeira prevalece no décor, mas o couro, os livros e objetos garimpados no mundo todo dão a bossa do lugar (Foto: Divulgação)
Baretto (diferentemente de São Paulo funciona fora do hotel)
| 280 Park Ave Entrance on, W 49th St, Nova York
:: fasanorestaurantny.com | @fasanorestaurantny
O post Baretto NY encanta pela bossa, charme e alma italiana apareceu primeiro em Harper’s Bazaar » Moda, beleza e estilo de vida em um só site.