Cantora em seu aniversário de 28 anos, em São Paulo (Foto: Divulgação)
Gloria Groove lançou esta semana Proibidona, o single que anuncia sua nova era Futuro Fluxo, com participações de Anitta e Valesca Popozuda. Como o nome sugere, a música é sua incursão pelo Funk, celebrando e homenageando aquelas que fizeram sua trajetória no estilo musical. A cantora aproveitou seu aniversário de 28 anos, completados na última quarta (18.01), para reunir amigos em torno do lançamento nesta quinta (19.01) em uma boate no centro de São Paulo, com a presença de amigos famosos, influenciadores e parceiros musicais, como Juliano Floss e Vivi, Vitão, Grag Queen, Priscilla Alcântara e mais.
Aproveitou a noite de festa para avisar que mudará a estratégia nesse novo projeto, falando que a nova faixa não virá com videoclipe, plataforma que a ajudou a contar histórias até aqui. O que foi lançado junto com o single é um audiovisual, capturado no último domingo (15.01), em um dos Ensaios da Anitta (show de Carnaval da poderosa), em São Paulo, onde a faixa foi apresentada ao público com a participação a Anitta e de Popozuda. Com a nova era, a drag queen pretende dar uma desacelerada, com pequenas pausas para comemorar suas conquistas, com direito a miniférias ao longo do percurso neste 2023.
Em 2022, além de ter se apresentado em festivais à la Rock in Rio e Lollapalooza, Gloria conquistou números estratosféricos: tornou-se a drag queen mais ouvida do mundo e uma das mais prestigiadas do Brasil. Com mais de 4,8 milhões de ouvintes mensais no Spotify e 1 milhão de fãs na Deezer, a cantora superou 315 milhões de streams do álbum Lady Leste nas plataformas digitais. Leia, abaixo, a entrevista exclusiva à Bazaar!

Harper’s Bazaar – Que que é esse novo projeto?
Gloria Groove – Futuro Fluxo é um projeto concebido e pensado para que eu me divirta. É uma grande celebração à vida depois de viver 2021 e 2022 anos de intenso trabalho, na construção e propagação do que se chama a era Lady Leste, que também foi uma coisa pensada para transformar a minha carreira. Tudo foi uma grande construção. É uma experiência anexa à era Lady Leste para a gente se divertir. Entrei 2023 no espírito do FF, inclusive, programando muito melhor as minhas férias. Já tenho alguns descansos reservados daqui até o final do ano.
HB – Como surgiu a ideia?
GG – Depois desses dois anos, minha vontade primordial, acabando o Música Boa (Multishow) e todos os compromissos que tinha, era de conseguir comemorar e celebrar. Às vezes, conforme o tempo foi passando, não encontrava esse momento. Futuro Fluxo também é sobre a minha busca pessoal pelo aprendizado. Aprender a comemorar, celebrar todas as minhas conquistas. Uma coisa acabou amarrando muito à outra. Apesar de não ter tido muitos lançamentos em 2022, o álbum estava lá me segurando o tempo todo, tive duas turnês, dois programas de TV (além do Música Boa, teve o TVZ, ambos no Multishow).
HB – “Proibidona” nós já faz parte desse novo trabalho e como esse processo vai se dar até o bloco de Carnaval? Já teremos outro lançamento até lá?
GG – Avisos da nave Futuro Fluxo. Vamos aproveitar Proibidona por enquanto e em breve a nave-mãe retorna com mais novidades (risos).
HB – Já está tudo gravado?
GG – Não, o Futuro Fluxo está em processo. Enquanto a gente tá aqui, ele tá acontecendo (risos). O que é muito legal, eu sinto que eu tô estudando enquanto estou fazendo e fazendo enquanto eu entendo a repercussão que tem com o público. Com isso, consigo trazer mais novidade no meio do processo.

HB – Quando falamos na pandemia, na época do lançamento do EP Affair, você falou que estava, de fato, nesse entendimento de quem era a Gloria. Você acha que o Lady Leste veio pra te firmar e te fazer entender quem era, de fato, a Gloria Groove?
GG – Isso estava pensado e premeditado. Lady Leste era um alterego milimetricamente pensado para eu conseguir expressar exatamente quem eu sou, de onde eu vim, sem depender necessariamente do recorte drag ou do recorte de algum estilo musical. Tratando-se de uma cultura, de um lugar real, de onde nasci. Não só me ajudou a me entender muito melhor, mas ajudou o mundo a me conhecer muito melhor, também.
HB – O que você espera desse novo projeto?
GG – Me divertir. Tudo no Futuro Fluxo só faz sentido se estou me divertindo muito, me faz vibrar muito e é incrível. Não sei se é porque o projeto começa com “F”, mas é uma das primeiras vezes, o que eu tô realmente entrando na onda tendo apertado o “f…”, sabe? Se pra mim ‘tá’ incrível, não me importa com o que vai acontecer. Só quero sentir o fazer e lançar aquilo. O Futuro Fluxo é a cara do que eu gosto de curtir no meu momento off e eu nunca tinha destravado essa skin de conseguir levar para o estúdio uma persona que parece muito com o que eu gosto de ouvir no meu momento de descanso. Então, é isso. Futuro Fluxo sou eu perguntando pra vocês: onde é o after?
HB – Aos 28 anos, você já sente o peso da idade ou, como fala, do mercúrio retrógrado?
GG – Talvez essa presença deste ‘dar de ombros, né?’, que talvez há cinco, seis anos, eu jamais conseguiria fazer. Porque eu buscava outros tipos de aprovação. Talvez eu nem conhecia direito meu potencial, algo que só veio acontecer depois do Lady Leste. Talvez isso também seja um sinal de uma maturidade se aproximando: o parar de se importar com o que realmente não faz diferença e ter cada vez mais confiança no que é real pra mim, no que no que faz sentido pra dentro. O futuro sou eu ouvindo a voz que vem de dentro de mim.

Ver essa foto no Instagram

 
Uma publicação compartilhada por 𝐋𝐀𝐃𝐘 𝐋𝐄𝐒𝐓𝐄 (@gloriagroove)

O post “Aprender a celebrar todas as minhas conquistas”, diz Gloria Groove ao anunciar projeto de funk apareceu primeiro em Harper’s Bazaar » Moda, beleza e estilo de vida em um só site.