fique ligada!

Hi, what are you looking for?

Ligada nas DicasLigada nas Dicas

Gastronomia

Aprenda a congelar alimentos para reduzir desperdícios e contaminações

aprenda-a-congelar-alimentos-para-reduzir-desperdicios-e-contaminacoes

A intoxicação alimentar é um problema que pode trazer sérios prejuízos à saúde. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 600 milhões de pessoas adoecem e 420 mil morrem anualmente pelo consumo de alimentos contaminados. 

A contaminação, causada por bactérias, vírus, fungos e parasitas, ocorre a partir do manuseio ou estoque inapropriado de comida. Por isso, é tão importante conservar os alimentos adequadamente e saber o tempo que eles duram no freezer. 

Pensando nisso, a nutricionista e instrutora dos cursos de Gastronomia do Senac EAD, Thalita Aparecida Foster, explica a maneira correta de congelar alimentos para reduzir os riscos de intoxicação e desperdício na cozinha. Confira:

Cuidados antes de congelar

Para a segurança dos alimentos, o congelamento deve ocorrer de acordo com o tipo de produto. As frutas e hortaliças, por exemplo, precisam ser higienizadas antes de serem congeladas, mas com cuidados específicos.

As frutas devem estar maduras, porém firmes, enquanto as hortaliças, com exceção das folhosas e cruas, devem passar pelo processo de branqueamento que ajuda a manter a sua textura. 

Com as carnes, o ideal é retirar o excesso de gordura e ossos para facilitar o preparo quando forem descongeladas. Em seguida, coloque-as em potes herméticos ou sacos plásticos para retirada do ar existente.

Atenção a alimentos quentes

No caso de alimentos já cozidos, a docente recomenda esperar a temperatura mínima para levá-lo ao freezer. “Se a receita passou por cocção, é preciso aguardar que atinja o calor acima de 65°C para que sejam eliminados quaisquer indícios de microrganismo”, pontua. 

Para congelar o alimento, é preciso resfriar rapidamente a comida, a fim de bloquear a continuidade do cozimento e diminuir condições favoráveis à proliferação de bactérias e preservar as propriedades nutricionais dos ingredientes.

Vale lembrar que as embalagens devem ser resistentes às baixas temperaturas e ao processo de descongelamento dos alimentos. As embalagens mais utilizadas são sacos de polipropilenos, recipientes de alumínio e plástico rígido, mas que sejam livres de bisfenol, uma substância tóxica que prejudica a saúde.

Como congelar alimentos corretamente?

Para congelar alimentos como as frutas, a nutricionista recomenda retirar a casca, sementes e caroços para facilitar o processo e evitar transferir um sabor amargo para o prato.

Já os vegetais, ela orienta selecionar e eliminar as partes deterioradas e murchas e lavá-los com água e detergente neutro. “Em seguida, coloque os produtos em uma imersão de água e cloro. Depois, enxague em água corrente, seque e armazene na geladeira em sacos ou potes plásticos”, indica.

Os alimentos cozidos para preparos de sopas, caldos e geleias dispensam esse processo. Outra ressalva é com relação aos vegetais folhosos e crus que não devem ser congelados para preservar sua textura e sabor. O correto é refogá-los para então congelá-los.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Lifestyle

Natural ou normal?!FreePik Quando nascemos, temos uma total aceitação do que somos… aos poucos, vamos tomando contato com impressões do meio externo sobre nós…...

Gastronomia

Conheça fatos interessantes e curiosidades sobre a pipoca, esse alimento tão amado por todos na hora de um cineminha

Moda

Especialista explica como incorporar o brilho nos seus looks do dia a dia e transformá-los em produções fashion

Lifestyle

Lixão do Atacama recebe primeiro desfile de moda para alertar sobre descarte incorreto de roupasMaurício Nahas A iniciativa faz alusão ao que o universo...